quinta-feira, 30 de março de 2017

27° Feira do Livro de Caçapava do Sul


A tradicional Feira do Livro de Caçapava do Sul, na sua 27° edição, acontece nos dias 12 a 21 de maio, no Salão Paroquial, tem como Patrono o escritor e professor Paulo Flávio Ledur e Xerifes Luiz Hugo e Denise Burin. A feira é organizada pela comunidade por uma Comissão da Feira, coordenada por Pedro Vanolin. Com muitos escritores renomados, oficinas, atividades artísticas e lançamentos de livros.

Sinos seculares



A Paróquia Nossa Senhora da Assunção de Caçapava do Sul e a Escola de Humanidades da PUC-RS apresenta novas descobertas sobre os sinos da Igreja Matriz.

O evento acontece no dia 31 de março de 2017, as 19:30h com o Padre Rudinei Lasch e Prof. Dr. Edilson Huttner da PUC-RS.
Saiba mais nesta matéria.

Doble Chapas: Caudilhos & Caminhos




Os pesquisadores Oscar Padrón Favre e Euclides Pinto Torres, representando respectivamente os países do Uruguai e Brasil, com a participação de João Alberto Santos coordenam uma conversa “Doble Chapas” no dia seis de abril, as 19h, no Auditório do Instituto Estadual de Educação Dinarte Ribeiro.

O evento que trata das Memórias Regionais da fronteira Brasil-Uruguai com foco no encontro há 180 anos dos caudilhos Fructuoso Riveira e Bento Manoel Ribeiro em Caçapava do Sul.
 
Saiba mais nessa matéria. Para quem gosta de histórias e causos, imperdível!

segunda-feira, 20 de março de 2017

Mulheres Educadoras de Caçapava

 A exposição “Mulheres Educadoras de Caçapava” que teve abertura no dia 8 de março, Dia Internacional da Mulher, no Espaço Cultural da Câmara de Vereadores de Caçapava do Sul contou com a presença do Prefeito Municipal Giovani Amestoy, a Primeira Dama Letícia Vivian, autoridades e familiares das Educadoras que foram homenageadas.

A exposição permanece aberta a visitação do público, em horário de expediente, até o dia 31 de março.

domingo, 12 de março de 2017

Mulheres Educadoras Infanto_Juvenis

No dia 8 de março, Dia Internacional da Mulher, O Projeto Caminhos do Sul da América homenageou as Mulheres Educadoras Infanto-Juvenis, na Casa do Poeta de Caçapava, com o apoio do Museu Caçapavano. Estas Mulheres representaram todo o universo feminino caçapavano, num momento de encontros, cheio de emoções.

Com o slogan “É ela! Pois, nos enche de graça, coragem e enriquece nossos caminhos” que a importância das Educadoras na formação da criança durante os primeiros anos de vida, foi reverenciada. Pois, a Educadora Infanto-Juvenil é vital para que novas gerações tenham elementos para enfrentar firmemente seu destino. Remete a construção da cidadania, e também, a vivências que permitem reflexões críticas, atitudes coerentes e responsáveis. Que suas condutas e comportamentos sejam verdadeiramente reproduzidos!
É, no fomento destes valores que Educadoras Infanto-juvenis foram homenageadas, no dia de luta das Mulheres.

São elas, as homenageadas de 2017:

Adriana Pozzebon . Anna Zoé da Silveira Cavalheiro . Carmelina da Silva Trindade . Carmem Lucia Marques Markus . Carmem Lucia de Oliveira Franco . Carmem Suzanita Teixeira dos Santos . Elsa Maria Machado da Rosa . Etie Elaine Chaves Dias . Evane Leão Dias . Flávia Machado Torres . Francelina Oliveira de Vasconcelos . Joseli Fagundes Chaves . Lisleth Maria Marques Vivian . Lorena Maria Machado Cassol . Lourdes Duarte Cassel . Luce Maribel . Luciana Teixeira Rodrigues . Maria Antonia Pereira Brito . Maria Aparecida Ferreira . Marize Maria Machado Ferreira  . Marluce Machado Lobato . Nilza Pozzebon . Oracila da Silva Walmarath . Rosane Mary Miolo dos Santos . Rosangela Casanova Machado . Samia Ismail Forgiarini Chaves . Sonia Teixeira . Valéria Pazinato Dias . Vera Lucia Vivian Valcarengh .
O evento teve a colaboração e apoio de REDE VIVO, SISFORM, ÓTICA LIDER, O BOTICÁRIO, BOLOS E TORTAS NOELMA, SENAC-RS, ROGER COMUNICAÇÃO, SOMER, IN ART, LOJAS QUERO QUERO, DELTA SUL, SUPERMECADO MINUANO e  CAFÉ MAYORA.

quinta-feira, 9 de março de 2017

Homenagem as Mulheres Educadoras Infanto-Juvenis


O Projeto Caminhos do Sul da América promoveu o primeiro evento de 2017 alusivo ao Dia Internacional da Mulher, que representando todas as Mulheres caçapavanas escolheu as “Mulheres Educadoras Infanto-Juvenil” para uma homenagem, neste 8 de março.

Com o objetivo de se sentir Mulher, cheia de graça, com todas as virtudes que brota no seu ser, com o apoio da Casa do Poeta de Caçapava homenageou a Mulheres Educadoras no Dia Internacional da Mulher. Há cinco anos o projeto atua com vários eventos para o bem estar das pessoas, as tendo como âncora, para o desenvolvimento turístico e cultural de Caçapava do Sul. O Projeto, neste ano de 2017, também apóia a legal constituição do Museu Caçapavano.

O evento teve a colaboração e apoio de: REDE VIVO, SISFORM, ÓTICA LIDER, O BOTICÁRIO, SENAC-RS, SOMER, IN ART, LOJAS QUERO QUERO, SUPERMECADO MINUANO e  CAFÉ MAYORA.

Exposição Mulheres Educadoras de Caçapava

 O Museu Caçapavano em parceria com o Projeto Caminhos do Sul da América com o apoio da Câmara Municipal de Vereadores de Caçapava do Sul promovem a exposição de imagens de “Mulheres Educadoras Caçapavanas”, in memoriam, que deixaram saudosas lembranças pela suas competência e humanidade.  Ser reverenciadas no Dia Internacional da Mulher é firmar os seus legados como grande Educadora.

A exposição acontece no Espaço Cultural da Câmara de Vereadores, e teve lançamento no Dia Internacional da Mulher, 8 de março, as 15h.

As Educadoras homenageadas são:
Augusta Maria de Lima Marques
Dedicou toda sua vida profissional à educação no município de Caçapava do Sul, mesmo após aposentar-se, ainda atuou por mais 13 anos. Graduada em Estudos e Ciências Sociais, Pós Graduada em Supervisão Escolar, foi diretora da Escola Estadual Januária Leal por 10 anos, eleita coordenadora acadêmica do Campus Urcamp e Secretária Municipal de Educação e Cultura. O Instituto Municipal de Educação empresta seu nome.
Cenira Chaves Ferreira
Foi Diretora da escola atualmente denominada Instituto Estadual de Educação Dinarte Ribeiro nos finais dos anos 50 e início dos anos 60. Deixou seu legado com as educadoras que por ela tiveram o privilégio de ser ministradas.
Dilla Lobato Rodrigues
Foi a primeira diretora da Escola Nossa Senhora da Assunção criada pelo Conselho Deliberativo da Sociedade Educacional, de 7 de abril de 1951 a 14 de abril de 1952. Retorna a direção da escola no dia 13 de setembro de 1955 a 13 de maio de 1958. 
Clara Haag Kipper
Educadora, escritora, poetisa Clara Haag Kipper é “Mulher Educadora Caçapavana” homenageada na exposição de fotografias que acontece, a partir de 8 de março, no Espaço Cultural da Câmara de Vereadores de Caçapava do Sul. Foi indicada pela Casa do Poeta de Caçapava do Sul, na qual ela é fundadora e Patrona. Clara é autora da letra do Hino de Caçapava do Sul.

Cora Terezinha Santos da Rocha
Ela lecionou Língua Portuguesa nas principais escolas do município: Colégio Santíssimo Nome de Jesus, Escola Estadual Nossa Senhora de Assunção, Instituto Estadual de Educação Dinarte Ribeiro e até em escola rural. Era muito querida de seus alunos. 
Eloir Leão Marques
Começou suas atividades em 1947, na localidade dos Lanceiros, e de 1960 a 1976 atuou na escola rural Escola Municipal Santa Bárbara, na época em que professora também exercia liderança na comunidade que, na época, era composta principalmente de italianos agricultores em torno da Colônia do Santa Bárbara. Sentia orgulho de ter sido professora de seu oito filhos.
Emilia Talarico Peixoto
Atuou na Escola Rural Colônia de Santa Bárbara que depois passou a chamar Escola Estadual de Ensino Fundamental Incompleto Santa Bárbara. A Professora Emilia também foi líder da comunidade em torno da Capela do Santa Bárbara. Foi professora de todos os seus filhos.
Januária Carvalho Leal
Foi diretora por duas vezes na primeira metade (anos 20 e 40) do século passado do Instituto Estadual de Educação Dinarte Ribeiro. Foi-nos indicada pela escola estadual a qual a Professora Januária empresta seu nome.
Janeta Ferreira Haag
Assistente Social que ministrava aulas particulares, Janeta Ferreira Haag, avó da Professora Manica Haag (hoje atuante na educação infanto-juvenil) que vai contar mais sobre a trajetória dela. Já em apresentação de umas imagens da exposição.

Joauri Marques de Oliveira
Ela foi educadora no Instituto Estadual de Educação Dinarte Ribeiro e onde também exerceu cargo de Direção.
Conceição Margarida Isaia Moreno
Professora Conceição Margarida Isaia Moreno, natural de Santa Maria, foi casada com Miguel Ángel Moreno; teve os filhos Juan Carlo Moreno e Jianny July Moreno. Formada em Educação Musical pela Faculdade e Liceo Musical Palestrina de Porto Alegre e Especialista em Folclore pela mesma instituição. Atuou na rede estadual nas Escolas Dinarte Ribeiro, Januária Leal e Nossa Senhora da Assunção, onde fundou e dirigiu por 25 anos o Grupo de Patinação Artística de Caçapava do Sul, que foi aplaudido em diversas cidades do estado e lotava o Ginásio Melão com suas apresentações. Foi também professora de piano e teclado, tendo formado inúmeros alunos com audições no Clube União e Salão da antiga Urcamp. Através dos ensinamentos da música, seja nas escolas, patinação e nas aulas de piano, tornou-se inesquecível para seus alunos... passou-lhes, além dos hinos, músicas e apresentações artísticas, o grande segredo do artista...o de buscar a sensibilidade na sua alma e dividi-la com os demais.
Maria Morgane Medeiros Mor
Maria Morgane Medeiros Mor, que deixou um grande legado na educação caçapavana. Foi Diretora, no início da década de 80, no IEE Dinarte Ribeiro.
Maria Albertina Medeiros Ricalde
Foi Diretora do Instituto Estadual de Educação Dinarte Ribeiro, de 1 de março de 1969 a 8 de março de 1970.
Maria Ambrosina Dias de Medeiros
Ela foi professora no Instituto Estadual de Educação Dinarte Ribeiro e a primeira Diretora da Escola Estadual de Ensino Fundamental Eliana Bassi de Melo.
Maria Ferreira Marques
Indicada pela poetisa Felícia Soares. A Biblioteca do EENSA empresta seu nome, onde Maria Marques foi professora. Avó da atual Vice-Diretora do EEE Nossa Senhora da Assunção, Professora Daniela Evangelho.
Milda Teixeira da Silveira
Foi designada para a direção EENSA, em substituição ao professor Eloy Afonso Rosatto. Professora Milda atua como Diretora até 08 de abril de 1975. 
Raquel Carvalho Leal
Foi Diretora do escola atualmente denominado Instituto Estadual de Educação Dinarte Ribeiro nos anos 50,  filha da Professora Januária Leal, marcando forte tradição das famílias educadoras por gerações.
Vilma Leão de Freitas
Atuou na Escola Estadual dos Lanceiros, na localidade dos Lanceiros, em tempos em que as educadoras rurais exerciam grande liderança na comunidade e ainda não existia êxodo rural.
Ondina Alves
Foi Diretora da escola atualmente denominada Instituto Estadual de Educação Dinarte Ribeiro nos anos 40, onde deixou sua marca como educadora. Tia das escritoras Maria Augusta Silveira Alves e Anna Zoé Silveira Cavalheiro.

sexta-feira, 3 de março de 2017

Homenagens a Mulheres Educadoras no Dia Internacional da Mulher

O Projeto Caminhos do Sul da América que há cinco anos atua com vários para o bem estar das pessoas, as tendo como âncora, para o desenvolvimento turístico de Caçapava do Sul promove, com o apoio da Casa do Poeta de Caçapava do Sul e Museu Caçapavano, homenagens a Mulheres Educadoras no Dia Internacional da Mulher.

O desenvolvimento mais importante é o desenvolvimento humano e assim privilegiamos, na medida em que, só assim se favorece o desenvolvimento social. Quem mais poderia então, representar todas as Mulheres, senão as Educadoras, pois como já disse a escritora Cecília Meireles, só elas sabem “ir e vir em redor desse mistério que existe em cada criatura, fornecendo-lhe cores luminosas para se definir, vibratilidades ardentes para se manifestar, força profunda para se erguer até o máximo, sem vacilações nem perigos. Saber ser poeta para inspirar. Quando a mocidade procura um rumo para a sua vida, leva consigo, no mais íntimo do peito, um exemplo guardado, que lhe serve de ideal.”


Com esta singela representação das Mulheres Educadoras, a todas as Mulheres, que as parabenizamos por esta passagem. No dia 8 de março teremos atividades em dois atos: primeiro: 15h, com o lançamento da exposição de fotografias “Mulheres Educadoras de Caçapava” no Espaço Cultural da Câmara de Vereadores de Caçapava do Sul e a seguir, as 16h,  homenagens a Educadoras Infanto-Juvenis na Casa do Poeta de Caçapava.